Blog de Priscila » Blog Archive » Governo de PE tem R$ 32,3 milhões em conta para construção de escola técnica e habitacionais em Olinda; Priscila Krause cobra aplicação dos recursos
Recife, 16 de maio de 2018

Governo de PE tem R$ 32,3 milhões em conta para construção de escola técnica e habitacionais em Olinda; Priscila Krause cobra aplicação dos recursos

O município de Olinda tem recursos garantidos em contas do governo estadual para execução de obras estruturadoras, mas as intervenções ou estão paradas ou andando a passos lentos. A informação da disponibilidade de recursos foi divulgada ontem, na tribuna da Assembleia Legislativa, pela deputada estadual Priscila Krause (DEM). Ela apresentou três extratos bancários que dão conta da existência de R$ 6,03 milhões na Secretaria das Cidades para o PAC Olinda (ações em Caixa D’Água), R$ 7,51 milhões na Secretaria de Habitação (construção de 832 unidades habitacionais) e R$ 18,8 milhões na Secretaria de Educação (construção de uma escola técnica).

De acordo com a deputada estadual, diante da grave crise financeira que atinge o País e, por consequente, Pernambuco, é inadmissível que os recursos estejam apenas “repousando nas contas bancárias”. Ela lembra, por exemplo, que os recursos para a construção da escola técnica, que ficará na PE-15, no terreno onde funciona o 7º GAC do Exército, em Ouro Preto, foram liberados ainda em 2013, mas as obras só foram iniciadas esse ano. “A gente sabe que a burocracia atrasa muito, são papeladas e procedimentos que dependem de vários atores, mas um recurso que foi repassado em 2013 ainda não ter se tornado realidade na vida dos olindenses é um contrassenso”, registrou.

No total, o relatório de recursos em caixa do governo estadual elaborado pela deputada estadual apurou a existência de R$ 298,2 milhões depositados em contas corrente, poupanças e fundos de investimento vinculados à execução de 29 convênios em prol da realização de obras e ações em benefício do povo pernambucano. Firmados entre a administração estadual e o governo federal, os convênios estão, em sua maioria, próximos do termo final do seu prazo, o que – caso medida em contrário – obrigaria a gestão estadual a devolver os recursos para Brasília. De acordo com Priscila, a situação demonstra a lentidão administrativa da gestão do governador Paulo Câmara (PSB) e exige da própria Assembleia Legislativa a execução de uma força tarefa em prol do destravamento das obras e ações.

 

Postado por Priscila Krause às 12:27:38
________________________________________________________

Deixe seu comentário

(obrigatório)