Recife, 20 de março de 2018

Pontes do Recife estão sem relatório de inspeção regular, afirma Priscila Krause. Caso será levado ao MPPE

A deputada estadual Priscila Krause (DEM) alertou na tribuna da Assembleia Legislativa, na tarde desta terça-feira (20), a respeito da ausência de relatórios atualizados da situação estrutural das 28 pontes que compõem a estrutura viária da cidade do Recife. A informação foi repassada ao gabinete da parlamentar pela Empresa de Manutenção e Limpeza Urbana (Emlurb) da cidade, que em resposta à solicitação protocolada por meio da Lei de Acesso à Informação (LAI) – em anexo – , respondeu que as “vistorias e elaboração de relatórios estão em curso, com previsão de conclusão para o mês de junho de 2018”. A solicitação buscava exatamente as cópias dos relatórios recentes acerca das “condições mínimas de exposição” (sobrecarga, peso próprio, ação de intempéries, etc.) dessas estruturas.

Ao responder à solicitação oficial apenas com a justificativa de que os relatórios ainda estão sendo confeccionados, sem o envio de nenhum outro documento anterior à fiscalização que, segundo a gestão, está sendo realizada, a Prefeitura descumpre as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). De acordo com a norma NBR9452, as inspeções de pontes, viadutos e passarelas de concreto que compõem a infraestrutura urbana precisam ser realizadas anualmente e, de forma mais completa, a cada cinco anos. A regra, que foi atualizada em 2016, avançou principalmente no que diz aos elementos submersos das pontes, tornando obrigatória a inspeção subaquática por conta dos riscos decorrentes da erosão.

“A resposta que a Prefeitura nos deu evidencia que os relatórios que garantiriam a segurança das pessoas que todo dia passam pelas pontes simplesmente não existem. É de uma gravidade, de um descaso que atinge não só a identidade da cidade do Recife, simbolizada pelas pontes, mas a segurança da população. São equipamentos antigos e que há muito tempo não passam por manutenção estrutural. Passar tinta por cima dos problemas não é a manutenção que a população precisa”, registrou a deputada.

Ela citou reportagem publicada no Jornal do Commercio, hoje, relatando a existência de um trabalho recente de conclusão de curso, formulado por estudantes de Engenharia Civil da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que chama atenção para a situação de degradação especificamente de quatro delas: a Motocolombó, da Torre, Santa Isabel e do Derby. “Esse estudo vem se juntar à nossa preocupação, despertada a partir do acidente em Brasília, no mês de fevereiro, quando houve o desabamento de um viaduto, sobre a manutenção desses equipamentos”.

A deputada anunciou que enviará requerimento ao prefeito Geraldo Julio (PSB) solicitando a apresentação de um plano emergencial para cuidar das pontes, além de protocolar nos próximos dias representação no Ministério Público do Estado para que, dentro das atribuições do órgão, tome as providências que considerar cabíveis.

 

Postado por Priscila Krause às 16:27:05
________________________________________________________

Deixe seu comentário

(obrigatório)