Recife, 20 de setembro de 2017

Governo de PE reduz nível de investimentos na SDS ao menor nível desde 2008, aponta Priscila Krause

Foto: Mariana Carvalho

Em meio à crise na segurança pública que atinge Pernambuco, a deputada estadual Priscila Krause (DEM) apresentou relatório, na sessão desta quarta-feira (20), na tribuna da Assembleia Legislativa, que aponta o ano de 2017 (de janeiro a agosto) como o período com o nível mais baixo de investimentos no âmbito da Secretaria de Defesa Social (SDS) desde 2008. De acordo com dados apurados no Portal da Transparência da gestão estadual, foram investidos esse ano R$ 1,95 milhão, enquanto nos nove anos anteriores, nesse mesmo período, a média foi de R$ 20,54 milhões. Os valores referem-se às despesas de capitais, os chamados gastos de qualidade, que somam obras, consultorias e, principalmente, aquisição de frota (helicópteros, por exemplo) e equipamentos.

Os dados referem-se ao conjunto de investimentos (despesas de capital) na SDS, que é composta por cinco unidades gestoras: Corpo de Bombeiros, Corregedoria Geral, Diretoria de Administração Geral, Diretoria de Administração Geral, Diretoria de Apoio Administrativo ao Sistema de Saúde, Polícia Civil e Polícia Militar. A parlamentar decidiu estudar os números após, diante da escalada da violência, o governo de Pernambuco insistir que o “Plano de Segurança” anunciado em abril deste ano está sendo fielmente executado. No relatório apresentado pela parlamentar, também há o monitoramento de cada ação anunciada.

“Entre o discurso do governo e as ações de fato implementadas há um distanciamento gigantesco. É preciso que a gestão respeite às pessoas e pare de relatar um número de investimento, um conjunto de dados que não diz respeito à realidade. Estamos vivenciando o período com o menor somatório de investimentos, do chamado gasto de qualidade, na SDS desde 2008, que é quando temos os dados na internet. Peço aqui à liderança de governo que providencie uma reunião com a autoridade responsável pelos dados para que se coloque, se explique”, registrou a parlamentar. No relatório apresentado pela deputada, também há relação entre a queda dos investimentos – notadamente a partir de 2015 – e o crescimento do número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI).

Sobre o Plano de Segurança anunciado em entrevista coletiva em abril pela cúpula do Palácio das Princesas e da Secretaria de Defesa Social, o relatório da parlamentar lista que dos 811 novos carros, entre caminhonetes e utilitários, prometidos para até o fim do ano, 172 foram entregues. Das 700 motos, foram entregues 25. Além desse passivo, restam a entrega de oito ônibus, micro-ônibus e vans, dois helicópteros e respectivos hangares e seis novas lanchas. Três mil e quinhentos equipamentos permanentes individuais (EPI’s) também foram prometidos. No que se refere aos 5.100 profissionais que passariam a servir ao estado, o que há de ação efetiva é a conclusão do treinamento de 1.500 recrutas que estão prestes a seguir para o policiamento nas ruas.

 

Postado por Priscila Krause às 18:02:24
________________________________________________________

Deixe seu comentário

(obrigatório)