Warning: exec() has been disabled for security reasons in /home/storage/c/f4/71/blogdepriscila/public_html/wp-content/plugins/ezpz-one-click-backup/functions/ezpz-ocb-functions.php on line 923

Warning: exec() has been disabled for security reasons in /home/storage/c/f4/71/blogdepriscila/public_html/wp-content/plugins/ezpz-one-click-backup/functions/ezpz-ocb-functions.php on line 927
Blog de Priscila » Blog Archive » Inconclusa, Via Mangue já custa mais de meio bilhão de reais. Priscila Krause vistoria obras
Recife, 20 de novembro de 2015

Inconclusa, Via Mangue já custa mais de meio bilhão de reais. Priscila Krause vistoria obras

Foto: Cecilia Sá Pereira

As obras das 2º e 3º etapas da Via Mangue custaram até o mês de outubro deste ano o montante de R$ 500,1 milhões – meio bilhão de reais – e já ultrapassaram o mais recente prazo contratual, registrado no Diário Oficial, acertado entre a Empresa de Urbanização do Recife (URB) e a Queiroz Galvão: trinta e um de outubro passado. O acompanhamento dos gastos e do prazo contratual chamou atenção da deputada estadual Priscila Krause (DEM), que visitou o canteiro de obras na manhã desta sexta-feira (20).

No cálculo realizado pela deputada, que acompanha sistematicamente os números no Portal da Transparência do governo municipal, o projeto executivo custou R$ 4,68 milhões, a obra em si soma R$ 474,36 milhões (R$ 36,93 milhões só em 2015) e o contrato de gerenciamento e fiscalização custou, até o momento, R$ 21,03 milhões.

Na vistoria, Priscila encontrou trabalhadores realizando intervenções pontuais na Ponte do Encanta Moça e no trecho próximo ao Aeroclube, mas observou que restam serviços importantes, como a conclusão da ciclovia, das rotas de retorno e a instalação da sinalização. “O prazo contratual que nós encontramos no Diário Oficial era trinta e um de outubro e fica evidente que não foi respeitado. Leio nos jornais que o prefeito coloca dezembro como mês da inauguração, mas é preciso que as coisas por aqui caminhem rapidamente e que a gestão oficialize isso por meio de um aditivo contratual, afinal de contas o recifense tem o direito de saber quando poderá usar a via”, opinou.

Priscila lembrou que apesar da pista Centro/Boa Viagem estar em uso, o trecho representa apenas metade da obra, que deveria estar concluída por inteiro desde setembro de 2013, há mais de dois anos. Para a deputada estadual, cada dia de atraso representa custo ao contribuinte recifense. “O Recife já gastou meio bilhão de reais com uma obra que se arrasta”, registrou. A parlamentar também aguarda o plano de circulação prometido pela gestão municipal para solucionar o erro do projeto que, a permanecer como está, resultará em engarrafamentos significativos no entorno do túnel do Pina.

Postado por Priscila Krause às 15:19:00
________________________________________________________

Deixe seu comentário

(obrigatório)