Recife, 11 de dezembro de 2012

No ritmo atual, Via Mangue só depois da Copa. Priscila sugere criação de comissão emergencial para acelerar obra

Apesar de estar contratada para ser entregue em setembro do ano que vem – com o objetivo de funcionar como elemento de melhoria do trânsito na Zona Sul durante a Copa do Mundo -, a perspectiva de conclusão da Via Mangue está atrasada em 17 meses, fato que prorrogaria sua inauguração para fevereiro de 2015 na expectativa mais otimista. Esse foi o alerta levantado pelo Núcleo de Engenharia do Tribunal de Contas do Estado (TCE) na audiência pública promovida pela vereadora Priscila Krause (DEM) na manhã desta terça.

De acordo com o engenheiro Fernando Nogueira, representante do Núcleo do TCE na audiência, há um “atraso importante” na execução da Via. Ele ressaltou que o “retrato do momento” prevê a necessidade de 17 a 23 meses a mais no prazo para alcançar a conclusão das frentes de serviço, mantido o ritmo atual. O engenheiro referiu-se aos dados colhidos pela equipe do TCE referente ao relatório de acompanhamento finalizado em 28 de novembro. Ele destacou a parte da via elevada como a mais atrasada da intervenção e destacou que a Empresa de Urbanização do Recife (URB) estuda alteração no projeto executivo para debelar os entraves que prejudicam o andamento desse serviço.

Para Priscila Krause, é preciso que seja criada uma comissão emergencial para cuidar do cumprimento do prazo. “A obra completou 20 meses ou 67% do prazo estipulado, que são 30 meses, e o Tribunal de Contas registra apenas 30% de obra executada. No próprio vídeo que a Prefeitura apresentou, uma tomada aérea da obra, fica evidente que a parte da via elevada sequer existe. O que temos são as duas extremidades sendo tocadas, mas o seu meio, a via propriamente dita, nem sequer foi iniciada. Esse será um grande desafio para a próxima gestão e precisa ser atacado o quanto antes”, registrou.

O engenheiro da URB Jorge Darwin representou a PCR na audiência e afirmou que apesar da “complexidade” da obra e dos “problemas” que surgiram, a evolução atual é “muito boa”.

Postado por Priscila Krause às 14:51:14
________________________________________________________

Deixe seu comentário

(obrigatório)